MODELO DO PROCESSO DE COBIT 5 – BAI02

Eu estava revendo o artigo que foi escrito há algum tempo, https://juanbarrancoit.com/pt/abordagem-implementando-cobit-5/ , porque precisamente de aqui mesmo estou começando agora.

Como resultado, tivemos que construir os processos:

  • EDM01 assegurar o estabelecimento e manutenção da estrutura de governo
  • EDM02 garantir a entrega dos beneficios
  • EDM04 garantir a otimização dos recursos
  • BAI02 gestão a definição de requisitos
  • BAI04 gestão a disponibilidade e capacidade
  • APO04 gestão a inovação
  • APO08 gestão relacionamentos
  • BAI07 gestão a aceitação da mudança e da transição

O mapa da rota da construção dos processos foi isto:

Agora eu quero colocar como um exemplo de como um modelo que é uma etapa do processo de design do framework de trabalho BPM, o processo de BAI02 Gestão a Definição de Requisitos.

Eu decidi isso, porque as empresas de tecnologia que desenvolve software, é um dos processos-chave e para fazê-lo bem ou mal em maior parte projectos ou fases ou “sprints” como eles chamam aqueles que trabalham sob o desenvolvimento de metodologias ágeis, vai ser sucesso ou falha. Eles também dizem que o software é bom para a qualidade do processo; e em um nível mais, este processo faz parte do grande processo de construção de soluções de software, tais como alterações, implantações e outras provas.


BAI02: GESTÃO A DEFINIÇÃO DE REQUISITOS

O processo que proponho como um exemplo é a seguinte:

É complicado? Certamente se nesta rigorosidade. É apenas uma proposta e um exemplo de milhares possíveis. Certamente, os desenvolvedores de software terám muito a dizer neste processo. Não vênho o mundo do desenvolvimento de software. Por favor, aumente os tamanhos de fonte ou a página do seu navegador para ver melhor por causa de sua complexidade resultante.


CONCLUSÕES E CONSIDERAÇÕES

Se fosse coerente com o roteiro onde pode ver que esse processo já é atualmente 75% aproximadamente, possivelmente com estas inclusões desses elementos já está 90% na avaliação de COBIT tipo PAM. Também dependerá de outros fatores.

Também, foi assumido que já tem procesos de governo que entregam suas saídas para este processo, como se eles já existiam antes, tais como os do tipo APOXX . Estou ciente em implementações de governo, se eu encontrar um caso deste, há preciso de reconsiderar o roteiro ou mesmo em uma próxima fase de implementação do COBIT 5 priorizar esses processos de gestão / governo.

Supunha-se que este processo é para as empresas que criam software empresarial ou institucional. Para outras empresas de processo poderia ser totalmente diferente.

O rigor na construção em reengenharia e redesenho de um processo que já existe como foi assumido este desejado e com esse nível de maturidade custou algum tempo na sua construção como sua implementação e também em sua assimilação por todos os interessados. Outra coisa seria tentar a automatização deste processo que é posteriormente no âmbito de BPM, se é possível ou não; ou seja, se ele oferece verdadeiro valor para a empresa que faz o software ou não.

Recordando finalmente a seção “o que processos poderiam fazer parte de uma implementação?” do artigo https://juanbarrancoit.com/pt/abordagem-implementando-cobit-5/ , na secção de processos para otimização de ativos, recursos e capacidades do T.I. Temos:

  • S: EDM01 assegurar o estabelecimento e manutenção da estrutura de governo
  • S: EDM02 garantir a entrega dos benefícios
  • P: EDM04 garantir a otimização dos recursos
  • P: APO01 gestão a estrutura de gerenciamento de TI
  • S: APO02 gestão estratégia
  • P: APO03 gestão a arquitetura corporativa
  • P: APO04 gestão a inovação
  • S: APO05 gestão a carteira
  • S: APO06 gestão dos custos e orçamento
  • P: APO07 gestão dos recursos humanos
  • S: APO08 gestão os relacionamentos
  • S: APO09 gestão dos contratos de serviço
  • S: APO10 gestão dos provedores
  • S: APO11 gestão a qualidade
  • S: BAI01 gestão do programas e projetos
  • S: BAI02 gestão a definição de requisitos
  • S: BAI03 gestão a identificação e a construção de soluções
  • P: BAI04 gestão a disponibilidade e capacidade
  • S: BAI05, gestão de mudanças organizacionais
  • S: BAI06 gestão das mudanças
  • S: BAI08, gestão do conhecimento
  • P: BAI09 gestão do ativos
  • P: BAI10 gestão a configuração
  • P: DSS01 gestão as operações
  • P: DSS03 gestão os problemas
  • S: DSS04, gestão de continuidade
  • S: DSS05 gestão dos serviços de segurança
  • S: DSS06 gestão os controles do processo do negócio
  • P: MEA01 Monitor, avaliar e avaliar o desempenho e conformidade

Foi escolhida para modelar o processo BAI02. Observe como eles aparecem como processos de “S” APO01, APO03, APO10, APO11, BAI01, BAI03, BAI04 e BAI05 nesta primeira fase de implementação de processos de governança de T.I. Para a próxima fase de implementação do governo de T.I., estes processos devem ser considerados em uma base de prioridade e que atividades-chave (práticas como chamado pelo framework COBIT 5), usadas como entradas / saídas deste processo. Dependendo de como ele diz esse artigo, dependendo da prioridade dos objetivos de negócio “Otimização de ativos, recursos e capacidades do T.I.” ou “produtividade operacional e empregados” são priorizados estes outros processos e construir e Também vai depender do grau de maturidade ou existência tendo no momento.

Hipotético o exercício do artigo anterior como este, veja como vamos na implementação de COBIT, para uma empresa que pretenda alinhar sua estratégia de negócio e a área de T.I.

Se você quiser como implementar processos de governança de T.I., contate-me aqui.